Câmara Municipal

José Sisenando Cabral de Souza

Você está aqui:   /   Início   /   Notícias   /   

Abastecimento de Água em Escada e tema de nova Audiência Pública na Câmara Municipal

A Câmara Municipal da Escada realizou na terça-feira, 13 de agosto, audiência pública com a Companhia Pernambucana de Saneamento, com a presença dos representantes da Compesa, o senhor Hermes Costa, Gerente Regional  e o senhor Marcos Antônio, coordenador regional em Escada, ainda se fizeram presentes alunos da Escola de Referência Monsenhor João Rodrigues de Carvalho e moradores de diversas localidades da cidade.

Os vereadores presentes a audiência pública, criticaram e culparam o Governo do Estado por não fiscalizar a Compesa e priorizar e cidade de Escada, que teve a obra de saneamento interrompida, “Escada está abandonada, foram gastos milhões com a obra de saneamento que ficou inacabada”, falou o Presidente da Câmara, o Vereador Rinaldo Lima. Outros vereadores reclamaram da qualidade da água servida para a população, “nossa água não é boa e o Governo do Estado não ajuda”, disse o vereador Elias Ribeiro.

Moradores da Rua das Flores, que fica no bairro do Alto do Sacrifício, reclamam que nas suas casas não chega água, mesmo depois das instalações dos contadores em suas casas, “todo mês chega a conta para pagar mais na minha casa nunca chegou água, estou com o nome no SPC por conta da compesa”, falou uma das moradoras indignada pela situação.

Os representantes da COMPESA presentes a audiência, assumiram responsabilidade com alguns problemas que vem acontecendo com o abastecimento da água na cidade e informaram que pretende tirar à cidade de Escada do rodízio, no momento a cidade perde até 50% da água que não é aproveitada. O Gerente Regional da Compesa, o senhor Hermes Costa, falou sobre a reforma da Estação de Tratamento de Água (ETA), que devem ser gastos cerca de 700 mil reais para adequas a ETA, “Escada não está abandonada, estamos trabalhando junto com o Governo do Estado para solucionar os problemas encontrados”, disse Hermes Costa em respostas aos vereadores presentes no plenário da Câmara.

Ainda foi citado pelo Gerente Regional que o Estado já realizou uma nova licitação e a empresa CONSERVE irá realizar o restantes das obras de saneamento que não foram finalizada em cerca de 12 meses, devendo começar no final do ano, o custo das obras ultrapassam os 10 milhões de reais.

O Coordenador Regional da Compesa em Escada, o senhor Marcos Antônio prometeu procurar todas as associações de bairros e vereadores para colher informações sobre problemas com abastecimento de água nas localidades da cidade, “o cliente é algo especial para a compesa e precisamos sempre prestar o melhor serviço” falou Marcos.

Skip to content